A mãe qu edesejas ser no regresso ao trabalho Inês GAspar PSicologia perinatal e Coach parental

Pai – o suporte da mãe e do bebé, no pós-parto!

No pós-parto uma mãe consegue cuidar tanto melhor do bebé quanto melhor for cuidada! Ela gerou uma nova vida, este bebé precisa dela e ambos precisam de ti! Ela é mãe há tanto tempo quanto o tempo do vosso bebé… está a sintonizar-se com ele, está aprender a confiar nela própria, não deixes que minem Ler mais

Cecilia_Gomes_Consultora_Internacional_Amamentacao_IBCLC

A história de Cecília Gomes

Cecília de Oliveira Gomes, brasileira com cidadania portuguesa (minha mãe nasceu em Portugal e mudou para o Brasil aos 2 anos de idade), cresci rodeada de crianças, e encontrei no trabalho com bebés e suas famílias uma profissão que me faz muito feliz. Minha formação profissional pelo Brasil é de Médica Pediatra Neonatologista, onde trabalhei Ler mais

53698466_442326159840932_4075715524846157824_n

Novidade? Moda? O que é isto de fazer gestos com bebés?

Ultimamente, tem-se falado num programa de comunicação para bebés ouvintes: Programa Baby Signs®. O assunto tem sido debatido em diversos meios de comunicação, inclusive: rádio, revista e televisão. E o que é isto? Este programa de comunicação não é mais que uma linguagem gestual criada para bebés ouvintes. Foi criado para completar e facilitar a Ler mais

A mãe qu edesejas ser no regresso ao trabalho Inês GAspar PSicologia perinatal e Coach parental

“Hoje vejo tudo diferente…”

Este artigo começou com uma música publicada por uma amiga… não sei o que lhe ia/vai no pensamento mas esta musica despertou-me novamente sentimentos e novos/velhos pensamentos relativamente à maternidade e a tudo o que esta envolve.  “Hoje vejo tudo diferente…” “Longe de toda a gente” “E hoje encaro o mundo de frente com a Ler mais

stencil.default (15)

Vamos falar de beijinhos!

A propósito de toda esta polémica em torno dos beijinhos aos “avozinhos” e da liberdade (ou não) sobre o nosso próprio corpo, parece-me óbvio dizer que “as generalizações dão sempre azo a asneira” Pensem comigo: Obviamente que numa família unida onde os avós são pessoas presentes e influentes na vida da criança, tal como os pais, Ler mais

3064

“Sobreviver” a noites mal dormidas na parentalidade!

Quem é mãe/pai sabe o que são noites mal dormidas! As noites mal dormidas para os pais, embora com intensidades diferentes, resultam regra geral em: sonolência, cansaço, maior irritabilidade (alterações do humor), dificuldades ao nível da concentração e memória.  Quanto aos motivos são vários: Nos primeiros meses em que o bebé está a começar a Ler mais

girl-563719

“Birra” ou Colapso Sensorial?

Um dos momentos mais desafiantes quando nos tornamos mães é quando os nossos filhos começam a manifestar-se de forma exacerbada: gritar, bater, chorar, com dificuldade em se acalmar. Mas, se existem momentos de crise de “independência e frustração” (“Birra”) que estão na base destas manifestações, existe outra causa, pouco falada e extremamente importante para os Ler mais